domingo, 15 de fevereiro de 2009




Resiliência e Escola Dominical


Você sabe o que são alunos resilientes? Já descobriu algum em sua classe? Edward Kimball, honrado professor de Escola Dominical do século XIX, realizou um excelente trabalho educacional em sua época. Kimball não era daqueles educadores que apenas transfere conteúdos para a cabeça de seus alunos. Mas, realmente preocupava-se com eles. Tinha ele um grande senso de responsabilidade, especialmente por um jovem acaipirado, recém chegado da roça, que havia começado a trabalhar em uma loja de calçados nas redondezas da cidade. Um dia Kimball foi à loja e, em uma saleta dos fundos, convenceu o rapaz a aceitar Cristo como seu salvador.
Ao descrever esse jovem, Kimball disse: “Tenho visto poucas pessoas cujas mentes fossem espiritualmente mais obscuras do que quando ele entrou na minha classe de Escola Dominical, ou alguém que parecesse mais improvável tornar-se um crente de opiniões claramente decididas, quanto menos com condições de preencher qualquer esfera de utilidade pública. Mas o jovem Dwight L. Moody, chegou a tornar-se conhecido como o pioneiro das modernas técnicas de evangelização em massa e como pregador ungido pelo Espírito Santo, cuja mensagem tocou milhões de pessoas na América do Norte e Europa. Moody foi, sem dúvida alguma, um grande exemplo de aluno resiliente. E você? Tem algum aluno difícil em sua classe? Pensa em desistir dele?

Pr. Marcos Tuler

Um comentário:

Eloa disse...

Ola Pastor Marco Tuler



Gostei muito de suas abordagens sobre a Escola Dominical e como estou realizando um trabalho teorico sobre a Escola Dominical no meu seminário, gostaria de saber se o seu artigo : A relevância da Escola Dominical no contexto da Educação Cristã foi publicado em alguma revista, periódico, jornal ou alguma coisa do gênero para que eu possa fazer a devida citação no meu trabalho.



Muito obrigado e aguardo seu retorno em breve.



Na paz de cristo



Weslley silva