quinta-feira, 25 de setembro de 2008




Na primeira série do ensino médio tive um professor de física que nos surpreendia todas as vezes que entrava na sala de aula. Certo dia, ele quase derrubou a porta ao entrar na sala com uma cadeira empunhada para cima. Teve ele de usar muita força para mantê-la suspensa por determinado tempo. Mais tarde, ele nos perguntou se algum de nós poderia fazer aquilo. Era realmente uma grande proeza! Nosso mestre tinha uma incrível força nas mãos. Ninguém se atreveria repetir aquela façanha. Todavia, o que ele queria mesmo era aproveitar nosso patético silêncio para relacionar a força empreendida na elevação da cadeira, em determinado ângulo, com os postulados e leis da física. Como fazia sentido tudo o que ouvíamos e assistíamos!

Aprendi com minha filha, quando recém-nascida, que uma criança nunca chora á toa. Se ela está chorando é porque algo lhe causa sofrimento. Ela pode estar com fome, sede, frio, desconfortável ou sentindo dor. Esse aprendizado teve tanto significado para mim que até hoje procuro compreender o sentido do “choro silencioso” das crianças, que sofrem sem poder se expressarem. Umas são carentes, outras muito pobres, e ainda outras, portadoras de necessidades especiais. Estou cada vez mais convicto da falta que faz a sensibilidade de saber ouvi-las.

5 comentários:

Anônimo disse...

A paz do Senhor, Pr. Marcos Tuler

O senhor escreveu: " Estou cada vez mais convicto da falta que faz a sensibilidade de saber ouvi-las."

De igual modo, é também complicado e triste, quando elas são ouvidas, mas não são compreendidas, entendidas...Expressam-se de várias maneiras, tentando comunicar algo, mas o receptor não entende a mensagem... Na paz de Cristo, Quédia.

Marcos disse...

Cara Quédia, muito obrigado por seu prestimoso comentário. Deus a abençoe ricamente.

Marcos Tuler

Anônimo disse...

Publique Isso!

Em Defesa Da Verdade, 22 de Setembro de 2008
 Pastor José Wellington Não e´Maçon
Resumo Assinatura em Cartório:
MS524392TSG447928BRASIL
     A confiabilidade dada por Deus a um homem da índole do estimado pastor é inquestionável. Embora todos os homens tenham em sua natureza a propensão a ser induzido pela sua fragilidade à prática do erro, vemos na trajetória ministerial desse pastor em sua liderança eclesiástica um comportamento particular a qualquer homem chamado por Deus que ocupe essa posição.
     O texto sagrado nos diz: "Os passos de um homem bom são confirmados pelo Senhor" não se trata aqui da bondade em sua abrangência, mas do máximo que um ser humano pode atingir pela graça Divina em sua vida.
Temos acompanhado ao longo de décadas o progresso eclesiástico alcançado pela Igreja Assembléia De Deus no Brasil e no exterior sob a liderança concedida ao Pastor José Wellington por uma magna convenção de ministros da qual fazem parte da mesma homens idôneos chamados por Deus para o exercício do santo ministério eclesiástico, vem sendo reeleito a anos Mui Digno Presidente Da CGADB. E converge sempre em sua amplitude no exercício da função, para o bem estar e prosperidade da igreja de Jesus Cristo.
     Longe de um homem de Deus como esse pastor estar envolvido em meios em que a dignidade da vida cristã sofra deturpações, lesões, escândalos!  
Cremos na ação sobre natural do Espirito Santo, que não permitiria jamais seus amados permanecerem enganados por homens fraudulentos, amantes de si mesmos, hipócritas, gananciosos, imundos e incrédulos permaneçam sobre a liderança. Então cremos que não há envolvimento por parte deste pastor em qualquer entidade que venha contradizer os princípios cristãos estabelecidos pela palavra de Deus, e muito menos em entidades ocultistas, como se disseminou tal informação.
 
Justificativa
 
     Achei por bem do convívio e tranquilidade da igreja de Jesus Cristo, no que se refere às acusações feitas ao Pr. José Wellington Bezerra da Costa, mui digno presidente da CGADB e outros, escrever estas linhas e envia-las. A propósito até que se prove em contrário, ninguém pode ser condenado, as palavras de Jesus são claras "Quem és tu que julgas o servo alheio"; não podemos nos deter por informações fraudulentas que tem sido originadas em pessoas que buscam ´glória a si mesmos.
     Cabe a todos nós manter a unidade da igreja sob um clima genuinamente maduro e espiritual, sem precedentes de imoralidade e traições, antes perdoando as coisas que se cometem e reconhecem, buscando sempre a frutificação. Portanto não poderia estar calado, se a lisura do evangélho está, pela graça de Deus empregnada em minha vida; e isto faço para que o nome do Senhor nosso Deus seja glorificado para sempre!
 
Qual a acusação?
 
     Apresentaram uma listas Blog ( ) de pastores maçons, e nela constam entre outros de índole inquestionável, o nome: Pr José Wellington Bezerra Da Costa, como sendo membro da instituição  maçonaria, e também um denominado Sr Pr. Saad de origem libanesa que tem alguns vidos publicados no nas paginas do google na internet fazendo algumas alegações sobre lideranças eclesiásticas envolvidas em tal instituição.
E para nossa tristeza isto tem surtido efeito de acusação até mesmo entre os mesmos membros da denominação assembleiana em vários lugares, outros apenas questionam. E existem aqueles que fazem questão de propagar como sendo uma catástrofe no seio da igreja, sempre levando em consideração uma credibilidade no que não provou, não investigou, não teve um julgamento pautado em provas reais, concretas, antes está sendo feito um julgamento apenas por que alguem ousou fazer uma publicação.


O que Há Por de traz Disso Tudo?


Infelizmente existem muitas pessoas interessadas em subir degraus de fama, usando o bom caráter dos que verdadeiramente tem caráter dinâmico e abalizado nos ensinos da palavra de Deus. São pessoas sem responsabilidade alguma quanto a propagação da verdade de Cristo, preferindo glória para si mesmos denegrindo a impressão lógica e racional dos que procuram agradar a Deus
Este procedimento de difamação podemos chama-lo de mídia podre, onde o que prevalece é o cada um pensa a respeito de si mesmo, sem oportunizar a constante ascensão dos outro mesmo em detrimento da moralidade.
Se os tais acusadores tivessem feito tal pronunciamento acerca de um honrado vendedor de loja por exemplo, não haveria repercussão como esta, portanto não levaria os incautos progressistas da mentira a uma expressão de nível nacional, seriam apenas um pouco mais apreciados não sei se negativa ou positivamente pela sua corrutela.
A citação que farei abaixo não caracteriza comparação, valor ou peso de honra devida ao Pr José Wellington, mas apenas para compreender o que surgiu na mente vazia da verdade e cheia de fedorentas pretensões secundárias, Vejamos:
Em um tempo recente não muito distante, uma empresa fabricante de refrigerantes no Brasil, acusou a maior fabricante de conter em seus produtos substancias proibidas. Para quem acompanhou pelo menos uma parte do processo sabe que mesmo havendo algum perda a acusada, a que acusou conseguiu seu maior exito que era alavancar suas vendas tornando se mais conhecidas em muitas oportunidades até pela propaganda gratuita das informações via mídia investigativa.
Vemos que o interesse sagaz destas publicações esta relacionado à uma projeção pessoal e não em nome da verdade do evangelho genuíno, são hipócritas e sem esperteza alguma, não reconhecem a soberania de Jesus, por não atentarem à sua palavra que a todos ensinou: “Quando veres em erro o teu irmão, chama o e alerta o para sair da tortuosidade do seu caminho, ele te ouvirá e salvara o da perdição, mas se ele não o ouvir chama outro irmão e vá até ele e diz tudo outra vez, se ele os ouvir, deixará o seu caminho tortuso, mas se não chama mais outro e vá até ele, se ainda não atender e praticar o que é certo, considere o como publicano e pecador”
Não é isto que temos visto, mas sim uma opinião egoísta e fraudulenta, que faz como pensa, não tem regras de domínio próprio, não aceita as regras de Jesus Cristo. Mas criam as suas próprias leis, sãos eles mesmos acusadores e advogados, e depois se fazem juizes para com a sua consciência que tem sete jurados, que eu os chamo de sete conselhos demoníacos, e ainda não satisfeitos, sentam se como juizes e dão a sentença.
Senhores! O interesse vai mais além, é um interesse satânico para destruir as ovelhas do aprico de Deus, o inimigo está sempre a dizer o que não foi dito por ele: “Destruirei o pastor e as ovelhas se dispersarão”, só não podemos nos esquecer que o nosso inimigo apenas toma estas frase, ele não fará, porque o nosso Deus não o permitirá.
Há um intento do maligno, nessas divulgações; colocar em chek a maior liderança eclesiástica no Brasil, não é só o pastor José Wellington, mas também todos os pastores seriam alvo de dubiedade na mente das pessoas, e outro sim, a igreja caminha desde o seu inicio tendo homens aprovados em seu comando e estamos chegando ao centenário nesta condição. Quer ou não o inimigo suplantar a pureza?, quer ou não que os crentes fiquem perguntando inquietamente: Será que isto é verdade?; será que esse negócio de ser crente é o certo mesmo? Será que quem falou contra lider maior da nossa igreja tem razão?
O ladrão está querendo minar e roubar, e tem muita gente permitindo.



ESTATUTO DA CONVENÇÃO GERAL DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS NO BRASIL

Aprovado na quarta Assembléia Geral Extraordinária da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, Registrado no Cartório Civil de Pessoas Jurídicas da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro, sob nº 197.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, nós, legítimos representantes das Assembléias de Deus no Brasil, reunidos em Assembléia Geral Extraordinária na cidade de Porto Alegre, capital do Estado do Rio Grande do Sul, com poderes para reforma do Estatuto da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil e tendo em vista a paz, harmonia, disciplina, unidade e a edificação do povo de Deus, elaboramos, decretamos e promulgamos o seguinte Estatuto:
 

CAPÍTULO I
Do Nome, Natureza, Sede, Foro e Fins
Art. 1º. A Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, neste Estatuto denominada por sua sigla CGADB, fundada em 1930 e registrada em 1946, pelos pastores Samuel Nystron, Cícero Canuto de Lima, Paulo Leivas Macalão, José Menezes, Nels Julius Nelson, Francisco Pereira do Nascimento, José Teixeira Rego, Orlando Spencer Boyer, Bruno Skolimowski, José Bezerra da Silva e outros, é uma entidade civil de natureza religiosa, com fins não econômicos, tendo por sigla CGADB, com duração por tempo indeterminado.
Art. 2º.  A CGADB tem sua sede na Avenida Vicente de Carvalho, 1083, Rio de Janeiro - RJ. Onde tem o seu foro.
...[ ]
Art. 9º. É vedado aos membros da CGADB:
I - abrir trabalhos em outra região eclesiástica e receber ministros ou membros de uma Assembléia de Deus no Brasil atingidos por medida disciplinar;
II - apoiar, em qualquer hipótese, trabalhos dissidentes por acaso existentes ou que venham a existir em qualquer região eclesiástica da mesma fé e ordem;
III - vincular-se a qualquer tipo de sociedade secreta;
IV - vincular-se a movimento ecumênico;
V - vincular-se a mais de uma Convenção Estadual ou Regional;
VI - vincular-se a outra convenção nacional ou de caráter geral, com abrangência e prerrogativas da CGADB;
VII - exercer seu ministério isoladamente, sem vínculo a uma Convenção Estadual ou Regional;
VIII - exercer funções ministeriais, isoladas ou não, onde a Igreja ou Convenção Estadual ou Regional da qual se transferiu, mantenha atividades;
Descumprir as normas estatutárias, regimentais e demais resoluções da CGADB.
Art. 10. Perderão a condição de membros da CGADB os infratores do disposto no artigo 9.º deste Estatuto.
Art. 11. Fica impedido de ocupar cargo na CGADB, o membro que:
I - esteja cumprindo medida disciplinar aplicada pela Convenção Geral;
II - inadimplente com a CGADB e a Casa Publicadora das Assembléias de Deus;
III - ausente da Assembléia Geral, ressalvado motivo de força maior.
Parágrafo único. Diretores da CPAD são impedidos de ocupar cargos nos órgãos da CGADB.
Art. 12.  É da competência da Mesa Diretora da CGADB, apreciar, julgar e aplicar, em primeira instância, as penalidades previstas no Regimento Interno da CGADB, ao infrator do disposto no art. 9º deste Estatuto, assegurando-lhe amplo direito de defesa e recurso à Assembléia Geral. [ ]...


O trecho acima descrito é cópia autêntica e está no site: WWW.CGADB.COM.BR é as partes em negrito e tamanho maior fizemos apenas para destacar o texto.

O estatuto foi promulgado em nome da trindade Divina, homens de alta patente ministerial assim procederam, inclusive o Pr. José Wellington Bezerra da Costa, Presidente da CGADB, os convencionais de todo o Brasil estavam assim procedendo.
O negócio é coisa séria, é coisa de Deus.
Um homem com tal idoneidade não é capaz de: Depois de tanto tempo em sua posição relevante que o próprio Deus o colocou, descambar para uma instituição secreta, se menorizando ante homens repróbos, mentindo a si mesmo e ao Espírito Santo e ao povo que Deus lhe confiou.
Olhemos para a vida pregressa do Pr. José Wellington, resume se em um termo: Íntegro.
Avalizados pelo cunho doutrinário a que professamos, em sua amplitude, o próprio Pastor José Wellington tem esboçados suas prédicas nele e em momento algum titubeou ao expor a verdade ensinada por Jesus.
A CPAD_Casa Publicadora Das Assembléias De Deus Bo Brasil tem várias matérias em seus exemplares que ensinam que o cristão não deve se ater a tais práticas. Enfim, temos um universo doutrinário capaz de suplantar quaquer argumento sem palavra alguma. Apenas devemos nos dedicar à prática da auto-consulta, do auto-questionamento e da auto-resposta sempre embasados nas escrituras sagradas. Não há como errar.
Alguem poderia perguntar porque ele ainda não se pronunciou, está calado. Tem ele necessidade de buscar sua defesa em coisa tão fútil, se as próprias regras bíblicas são claras quanto ao procedimento de um homem de Deus? estar quieto é um direito que lhe é assistido pelas leis que rege o nosso pais e muito mais ainda pela palavra de Deus. “Não vos inquieteis por coisa alguma”. E o próprio Jesus deu nos uma lição ao agir em favor de Pedro, quando sacou sua espada e cortou a orelha do soldado, dizendo: “guarda tua espada Pedro” ou seja, vindo o inimigo a nossa defesa e o Senhor! Nós não temos que lutar com as arma humanas, mas com as armas de Deus para levar toda contradição cativa, que com certeza recairá sobre a cabeça do malfeitor. O sábio escreveu que há tempo para todo propósito debaixo do céu, até o tempo de estar calado. Jesus disse que se o inimigo tiver fome e pra dar o que comer a ele, se tiver sede é pra dar de beber. Se ele bater em uma face oferece a outra. “Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus, é Deus quem os justifica” nós não aceitamos qualquer acusação sem provas contra qualquer servo de Deus, cada cristão deve assumir a postura de um defensor da verdade e fazer prosperar a verdade, pois Deus se agrada dos que prosperam na verdade.
Entendo não ser necessário ter testemunhas a argumentar e alargar a corda de algo irreal, pois só trará desgaste; e então se olharmos uma prova testemunhal irrefutável que é o auto testemunho ao longo de décadas, a sua aprovação ministerial e principalmente cristã ao longo de décadas, todos ão de chegar a esta mesma conclusão que acabamos de chegar.
Um homem de Deus como tal, não se declinaria menorizando a sua própria identidade cristã e ministerial ora alcançada como cidadão dos céus, por uma falível moeda maçon secreta. A Deus a Honra e a Glória Hoje e Sempre!

Anônimo disse...

Engraçado é q se o Pr. J. Welington, nao é maçon, mas apoia maçon, pois o Bily Grahan, e maçon a a AD fechou as portas e durante 3 dias prostado em frente do idolo Baal para ouvir o tal pastor que nao se limita em colaborar com a igreja catolica e o vaticano.

Vitor Robson disse...

A Paz do Senhor amado Pastor,alegro me sempre que acesso este site, que não é um site, mas uma aula de renovação espiritual e edificação,agradeço por estas informações e gostaria que acrescentasse no seu compendio detalhes da epoca geograficamente, agradeço por me atender.